Nós e o Mundo

Durante um século, o Movimento Escoteiro orientou e incentivou crianças e jovens com o seu Programa Educacional. O Escotismo viu duas Guerras Mundiais, a Guerra Fria, conflitos no Oriente Médio, entre outros. Manteve-se ativo durante as maiores crises econômicas mundiais, e auxiliou na grande maioria dos desastres naturais ocorridos no mundo. No decorrer da história, os escoteiros estiveram no plano de fundo, mostrando seu apoio e atuando junto a ONGs e Governos.

No mundo hoje, existem somente seis países aonde o Escotismo ainda não chegou. Estima-se que, desde a fundação até os dias atuais, mais de 500 milhões de pessoas, incluindo homens e mulheres de todas as culturas, etnias e condições  sociais e econômicas, foram escoteiras. Hoje, no Brasil, existe um pouco mais de 111.953 mil escoteiros registrados (dados 2019) Estima-se que existam mais de 50 milhões no mundo inteiro, distribuídos em mais de 1 milhão de grupos escoteiros de comunidades locais.

Muitos podem não ver, mas sempre existirá um escoteiro trabalhando por um mundo mais justo e fraterno para todos.

 

 

 

Fonte:O Movimento Escoteiro na ONU, Ana Luiza Louback Coelho Dos Santos e Evelien Irena Opsomme

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − cinco =